Quartos para salvar as vidas dos manezinhos! A prefeitura de Florianópolis vai utilizar a rede hoteleira para o isolamento social dos moradores que mais precisam.




VITÓRIA!

Em abril, no começo da quarentena, começamos a pressionar o prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro, para que os quartos de hotéis, desocupados durante a pandemia, fossem disponibilizados para as pessoas que não têm condições de cumprir o isolamento social. Muitas pessoas se mobilizaram e um mês depois: vitória! A cidade de Florianópolis vai garantir estadia em hotéis para pacientes com Covid-19 que não conseguem se isolar em suas residências.

A Prefeitura se comprometeu a oferecer hospedagem para todas as pessoas que moram em Florianópolis e que foram confirmadas com Covid-19 pelo serviço de saúde municipal. Eles podem ser pessoas carentes, ou qualquer outro indivíduo que tenha que dividir o mesmo cômodo com outras pessoas, como os idosos.

Os hotéis participantes precisarão adotar uma série de regras para firmar a parceria com a administração pública. Os hotéis terão que, entre outras coisas, fornecer quatro refeições diárias, água potável, limpeza do quarto a cada três dias, lavação de roupas e dispor de equipe exclusiva para os hóspedes infectados com o Covid-19.

Este é um passo muito importante para Florianópolis e você faz parte dessa conquista!
Seguiremos junt@s por uma cidade mais unida e cheia de amor.

16
hotéis em Santa Catarina já disponibilizaram quartos para hospedar profissionais da saúde que trabalham no combate ao coronavírus. Fonte. 

3 mil
pessoas devem ser infectadas pelo vírus em Florianópolis. Fonte. 
25%
das pessoas infectadas pelo
Covid-19 em Santa Catarina estão concentradas em Florianópolis. Fonte. 

Quem construiu essa campanha

A campanha #QuartosDaQuarentena foi criada originalmente pelo Nossas em parceria com o Instituto de Arquitetos do Brasil e outras entidades, e está sendo replicada através da Rede Nossas Cidades e de outros grupos e ativistas que queiram pressionar por medidas urgentes de combate ao COVID-19.

Em Florianópolis ela está sendo construída por uma cidadã que também acredita que é tempo de promover equidade e que todos têm direito a um isolamento social seguro enquanto durar a pandemia.